Páginas

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Praia, Angra e outros desastres..

Oi pessoas que são mais desocupadas que nós e que passam por aqui pra ler as atrocidades escritas nesse site.

Tudo bem que nós demoramos um pouco pra atualizar mas é que as coisas estavam um pouco corridas pra nós e pra nos juntarmos e escrever. Teve toda a coisa com a praia e depois a viagem pra Angra e depois as aulas começaram e teve o carnaval e como não voltamos a ter aula ainda, estamos aproveitando e escrevendo um pouco o que ficou pendente. Estão felizes? Eu, honestamente espero que sim, porque o meu tempo é dinheiro, embora não pareça. E alguém um dia me disse que sábias palavras não devem ser desperdiçadas..

Então vamos começar com a melhor viagem de todas as férias, Angra, o lugar que como a Tia Sandra diz " é uma favela", mas se você prestar bastante atenção, ou nem tanta vai concordar, porque só tem casa no morro, e isso o que é? Favela (comentário suave da Isadora: Na verdade, se você pegar esse negócio de casas encarapitadas nos morros e chamar de favela, a Grécia é uma enorme favela, a diferença é só que elas são um pouquinho organizadas, e são pintadas com liquid paper) ... Mas não foi isso que nos impressionou e sim o fato das pessoas de angra serem diferentes das pessoas do Rio, não porque são mais altas ou mais baixas, nem mais magras ou gordas, mas por de algum modo a usina inteferiu demais na vida dos habitantes de tal localidade. Onde vocês veriam emos tão carinhosos e receptivos? Em Angra é claro, e cantadas tocantes que envolvem elevador? a resposta é a mesma. Mas mesmo que a cidade tenha coisas bem diferentes, o lugar é bem legal, até porque o Zac Efron e o Tom Cruise foram para lá e porque foi lá que aprendemos a frase que mudou as nossas vidas " você já ligou o foda-se hoje?"

Lá nós fizemos um maravilhoso e energizante passeio de barquinho, custou uns trinta reais mas valeu a pena, nós visitamos a Lagoa Azul!!!! (Aquela, do filme, você deve se lembrar!) mergulhamos nela com nosso snorkels (os snorkels custaram coisas à parte, tipo, nossa virgindade) e vimos peixinhos nadando abaixo d'agua, depois de um tempo, desembarcamos numa prainha e fomos andando entre a mata e as plantações de cacau até uma igreja centenária, ela ficava do lado de uma palmeira tão alta quanto o pé-de-feijao do João.

Quando finalmente chegamos onde deveríamos chegar, fizemos nossa refeição (Ainda não acredito que me enganaram com uns círculos de peixe, eu achei que era uma maldita cebola!) E ficamos paradas olhando o mar, o que resultou nisso:

Coisas e pessoas curiosas na viagem de barquinho :


- gringos(dot)com, separados entre algumas catigurias, tinham as duas meninas gringas que eram loiras, uma era gorda e a outra parecia estar de visita à marte, tinha também o casal lindo, que era um cara lindo e uma moça linda que gritavam gú-rin-gulews em todos os acessórios, cachos de cabelo e células de primeiro mundo, fora a griga que parecia o Michael Jackson (obs: será que o Michael também visitou e estava em Angra?????)

- menino Jimmy, um adorável garotinho que olhava para as ondas indo e vindo com cara de emburrado, Isadora e Maria Fernanda tentaram manter contato, tentando fazer o menino se sentir confortável pra uma aproximação, mas não foram bem sucedidas.

- maluco bêbado, de todas as criaturas que habitam a face da terra, o baisilisco (digo, cara bêbado maluco) é a mais nociva e perigosa de todas elas, simplesmente coloque um copo de bebida na mão desse aparentemente sensível homem e ele logo se torna um psicopata adepto ao mantra do foda-se, foda-se, foda-se. Ele não se mostrou assustados até virar na nossa direção e perguntar: Vocês já ligaram o foda-se hoje?

- os gordos do barco, eram um casal simpático, o gordo macho e a gorda fêmea, eles carregavam um isolante térmico cheio de refrigerantes que eles não quiseram compartilhar, e tinham duas filhas meninas assustadoramente magras, óh sim, gorda fêmea, você precisa tomar cuidado com esse refrigerante nas suas rebentas, senão elas podem acabar também gordas com um marido gordo, aumentando o índice de obesidade no brasil, isso não é brincadeira não.

- pavarotti, era um barco aonde só tinham pessoas loucas e totalmente desqualificadas para fazer um passeio de barco. Tinha uma banda de pagode tocando lá dentro junto com mais um trilhão de pessoas que só sabiam gritar e tentar se mexer dentro daquele barco enorme que mais parecia uma latinha de sardinha de tão cheio que estava.


Além do passeio de barco, não tiveram muitas coisas emocionantes a se comentar. Nós passamos a maior parte do nosso tempo na PlayToy entretendo os moradores locais com as nossas belas vozes angelicais, fizemos até uns amigos que ficavam pedindo músicas para incremetar a nossa setlist.

E nós ficamos devendo a vocês, um guia de como maximizar o seu aproveitamente praiano.
Nós temos uma pequena lista fácil e bem prática de fazer isso que vai em pequenos passos facilitar em como não se estressar na hora de pegar o bronzeado perfeito.

Primeiro passo: E talvez o mais importante de todos, evite lugares cheios porque nunca se sabe quem você pode encontrar na praia. E a água salgada costuma ser o inimigo das mulheres, deixa os seus cabelos duros e horríveis, totalmente fora de cogitação encontrar um ex na praia.
Além dele ser seu ex, você vai ficar com a reputação mais queimada que o Edifício Joelma;

Segundo passo: Procure não tentar competir uma mísera onda com um surfista porque a prancha dele é uma arma bem perigosa nessas horas;

Terceiro passo: Passe protetor solar, sabemos que é chato, mas é super importante já que ninguém quer ficar descascando, e vamos combinar que descascar é péssimo você fica com uma bele despotada e parecendo uma cobra descamando e não é isso que queremos

Quarto passo: Tomar uma vitamina rica em betacaroteno, ( ou seja, cenoura, beterraba e laranja), não vou ser hipócrita de falar que é gostoso, não é, mas dá pro gasto.. não igual a vitamina de banana( isso sim é horrível). Isso te ajudará a manter o bronzeado, e você vai precisar ficar tostando horas no sol.

Quinto passo: Sempre que possível procurar um lugar calmo, e que o atendimento seja personalizado ( uma sugestão é a reserva), porque como já falamos no primeiro passo nunca é bom encontrar o seu ex, ou o seu futuro de biquini ( ao menos que você tenha um corpo de deusa), ou com o capelo duro, e o mais importante é que a áqua não vai estar lotada de surfistas, pessoas conhecidas e de crianças felizes.

That's all folks, we know you love us, SB



3 comentários:

Laura disse...

olá piranhas !
HAHA, nao li o post todo por que eu sou menos vagabunda que vocês. :(
mais contem comigo pra qualquer piranhagem, rs
beeeeeeeijão !

Digo Martins disse...

gentch, laura fazendo aloka aqui já! :O
mas não conheço, mas parece ser das minhas.
enfim, GEEEEEENTCH, paciência eh sobrenome de vcx 3, né? MEUEDDY que eu ia ficar digitando, colorindo, etcetc pra nego ler. meueddyquebrilha(L)
ainda quero que vcx me levem pra angra, deixoadik.

BEIGOS

carlos disse...

Por que vocês não roubaram o caminhão?! deram mole ;)